16 DE SETEMBRO DE 2019

Delegacia especializada em atendimento à mulher ganha mais um passo em Ouro Preto


Ouro Preto
24 de maio de 2019
Fotos de Michelle Borges

Ouro Preto deu mais um importante passo na implantação de uma delegacia especializada no atendimento à mulher. Durante uma reunião na tarde da quarta-feira (22) entre a deputada estadual Marília Campos (PT) e a presidente da União Brasileira de Mulheres (UBM) de Ouro Preto, Débora Queiróz, a presidente da 49ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e do Conselho Municipal da Mulher, Mara Simone de Lima, e o Delegado Regional da Polícia Civil de Ouro Preto, Dr. Isaías Confort, foram ampliados os debates sobre o tema e a possibilidade da criação de uma Delegacia da Mulher na cidade.

Para a deputada Marília Campos, a visita reforçou a necessidade de implantação da delegacia especializada. “Parte da nossa luta é buscar, consolidar e ampliar os equipamentos públicos que amparem as mulheres na luta contra a violência. Durante o encontro ficamos sabendo que chegam a 70 casos por mês os pedidos de medidas protetivas, é um número muito alto. E o dia que vier uma delegacia de mulher, elas irão se sentir mais encorajadas a fazer a denúncia contra as violências. A visita apenas confirmou essa necessidade”, destacou a deputada.

Débora Queiroz, presidente da UBM-Ouro Preto enfatizou que é a segunda reunião com a deputada na cidade, que trata do mesmo objetivo. Em abril elas se reuniram com a reitora da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), professora Cláudia Marliéri. “Nós entendemos que a discussão precisava tomar uma dimensão estadual, e buscamos apoio da deputada, uma vez que a decisão para instituir a delegacia tem que ser do governo do estado. Então nós estamos conversando há vários meses, ampliando esse debate para outras esferas e podermos unir forças”, pontua Débora.

A presidente do Conselho e da OAB local, Mara Simone, aproveitou o encontro para entregar um documento com mais de três mil assinaturas, recolhidas em 2017, pedindo a implantação da delegacia na cidade. “Todos os esforços que juntarmos é muito válido para essa conquista. Esse pedido é um anseio de muito tempo e o apoio da deputada vem somar ainda mais para essa conquista”, reforçou.

O delegado, Dr. Isaias Confort falou da diferença das instituições, regional e especializada, e da importância do atendimento direcionado. “Não é uma demanda só de Ouro Preto, mas de todo Brasil. A Delegacia Regional dispõe de uma delegada à disposição de atendimento à mulher. A diferença é somente o núcleo gestacional. A delegacia da mulher deve ter uma estrutura própria, com profissionais especializados e até mesmo com atendimento psicológico para acolher a mulher pela sensibilidade que ela chega aqui”, pontua. “Nesse encontro a deputada pode ver o quanto a polícia civil está engajada nisso, de buscar os meios públicos para que se consiga instalar e dispor de pessoas e estruturas especializada”, completa.

Para a implantação, agora cabe ao governo do estado a iniciativa de instalar uma estrutura adequada para atendimento e nomear delegados e servidores para dar suporte no atendimento. Segundo o delegado, Dr. Isaías, há um concurso em andamento e novos profissionais devem ser nomeados para Ouro Preto.

Álbum de Fotos


Veja mais

















QUER FICAR POR DENTRO DAS NOVIDADES? CLIQUE E CADASTRE O SEU EMAIL, PROMETEMOS NÃO ENVIAR SPAM!
ITABIRITO
OURO PRETO
MARIANA
BRASIL
MUNDO
ARTIGOS
GALERIA
EDIÇÕES
SOBRE NÓS

 CONTATO
   

PARCEIROS