25 DE JUNHO DE 2019

Encontro Ecumênico da Juventude reforçou a importância do amor e do respeito ao próximo


Mariana
31 de maio de 2019
Foto de Daniel Almeida

Respeito à diversidade religiosa, à étnicas e à de orientação sexual foi a bandeira levantada pela Encontro que ocorreu nessa última tarde ensolarada de sábado, 25, na Praça Gomes Freire. O evento teve como objetivo integrar jovens de diversas religiões presentes no município por meio de música, dança e gincana.

O gestor de departamento do gabinete do prefeito Duarte Júnior e organizador do Encontro, Pedro Henrique de Sousa, enfatizou as proposições do Encontro neste momento em que ódio gratuito e a intolerância gera tanta violência no país. "Com amor e juntos, independente de etnia, crença ou orientação sexual, podemos fazer a diferença nessa sociedade", pontuou Pedro.

A diversão do Encontro foi garantida pelo grupo musical da igreja católica Nossa Senhora da Lapa, do distrito de Antônio Pereira, que conta com Igor Gomes no vocal, Rafael Lages na guitarra, Marcus Cardoso no baixo e Eduardo Milchiades na bateria.

O grupo colocou os participantes para cantar os hits da banda Paz Inquieta (Agachadinho), e dos cantores: Eliana Ribeiro (Chuva de Graça) e Diego Fernandes (Templo Vivo), artistas consagrados no gospel brasileiro.

O Encontrou trouxe grupos de jovens, religiosos e não-religiosos, de todo o município de Mariana. O coordenador do programa Jovem Aprendiz da Cidade, Pedro Chaves, destacou a integração e a troca de experiência que o Encontro proporciona aos jovens. "É um evento muito importante para nós (jovens). Podemos conhecer um pouco de cada um, suas vivências e crenças. Uma conversa banal pode ajudar em um momento de fragilidade", destaca Pedro.

O evento também contou com a pregação do pastor evangélico Amarildo da Silva Junior, de Itabirito. Amarildo, durante a pregação, pediu aos jovens para continuarem proporcionando amor e ajuda para aqueles que precisam. "A igreja prega o amor ao próximo, não o ódio. Precisamos, juntos, fazer dessa passagem na Terra, algo bom para todos. Ninguém pode se sentir sozinho ou abandonado. Somos todos irmãos", pontua Amarildo.

Já co-idealizadora e coordenadora do grupo de jovens do bairro Barroca, subdistrito de Cachoeira do Brumada, Thaína Firmo, comentou sobre o sentimento de solidariedade que os grupos de jovens desperta nos participantes. “Às vezes, sentimo-nos perdidos e, por isso, podemos acabar recorrendo às drogas ou à coisa do tipo. Quando estamos juntos, um dá força para o outro e não caímos nessa. É mais fácil enfrentar a vida quando temos apoio de alguém”, afirma Thaína.

O Encontro foi encerrado com a apresentação de dança moderna "Toque-me" da dançarina Kessiane Amaral, de passagem de Mariana. A dançarina destacou a importância da Arte para a comunidade jovem. "A dança, como qualquer Arte, integra as pessoas, independe de qualquer coisa. Podemos praticar (dança) de modo que faça bem não só ao corpo, mas a alma também", destaca Kessiane.

O Encontro Ecumênico da Juventude faz parte da programação do Festival Mariana Viva que tem como objetivo fomentar o turismo e a integração da comunidade marianense, além de valorizar a identidade e a produção cultural do Município.

Veja mais
















QUER FICAR POR DENTRO DAS NOVIDADES? CLIQUE E CADASTRE O SEU EMAIL, PROMETEMOS NÃO ENVIAR SPAM!
ITABIRITO
OURO PRETO
MARIANA
BRASIL
MUNDO
ARTIGOS
GALERIA
EDIÇÕES
SOBRE NÓS

 CONTATO
   

PARCEIROS