17 DE AGOSTO DE 2019

Casos do mano Dedé


A cidade e Eu
12 de julho de 2019


A AUTORA desta biografia é Zaíra Melillo Martins, itabiritense, graduada em Letras e Pedagogia. Muitas de suas publicações e premiações encontram-se em várias antologias, quer no Brasil, quer no exterior.

Ela pertence às Academias de Letras do Brasil, França e Portugal. Por isso mesmo é uma escritora internacional. Liga-se também à Academia Marianense e Vassourense. Sabará e Caeté recebem a mensagem e o sabor de sua Cultura, especialmente a segunda, hoje, sede de sua residência. Como ela mesma afirma, a literatura faz parte intrínseca, explícita de sua vida.

Posso afirmar, com convicção, que Itabirito, a cidade encanto, faz parte inabalável de sua alma, genuinamente poética. Sua Cultura rompe as barreiras, os limites de uma pessoa comum e, assenta-se privilegiadamente na cátedra dos intelectuais mais expressivos e vitoriosos no manejo das letras.

Em “Casos do Mano Dedé”, ela brinda o leitor com uma biografia alimentada pelo próprio coração. Rico em informações, delicado na exposição, inteligente na escolha dos temas, e, sobretudo, na arte fluente de uma linguagem simples, correta, agradável a todos nós, seus leitores. Tudo isto dentro de uma “forma leve e bem humorada”.

CASOS PITORESCOS e engraçados que marcam o sucesso de Miguel Melillo Filho, natural de Itabirito, MG, nascido aos 13 de dezembro de 1924, casado com Ofélia Maria Teixeira Melillo (in memoriam), sendo seus filhos: Alexandre, Marcelo e Ana Carolina (“Aninha” – in memoriam).

Foi ele estudante no Grupo Escolar Dr. Raul Soares, em Itabirito; depois em Belo Horizonte e Ouro Preto. Foi bancário, assim como funcionário de Laboratórios farmacêuticos. Sua capacidade proporcionou-lhe fundação de firmas e respectiva direção. Recebeu, entre muitas distinções, a Comenda de Mérito Industrial em 1982. Miguel foi, também,  um notável desportista.

Hoje, Dedé Melillo, como é conhecido por todos os itabiritenses, vive para seus filhos, netos e familiares, sempre querido e admirado, não só por eles, mas por todos que o conhecem e admiram-no nesta tricentenária cidade dos Aredes.

Tive a imensa satisfação de conviver com ele, nos áureos tempos do Itabirense Esporte Clube, sobretudo no seu aspecto social, onde fui por vários anos, sócio, orador e apresentador oficial. Destaco, com grande saudade, seu trabalho na confecção de carros alegóricos nos anos sessenta e setenta, especialmente.

Recordo-me de sua satisfação em receber, em sua residência, no bairro Bela Vista, onde mora até hoje, os artistas de maior e melhor expressão na mídia, para apadrinharem as jovens debutantes dos famosos bailes itabiritenses de outrora.

Miguel, vulgo Dedé, jamais negou sua colaboração voluntária para esta e outras promoções do clube que ele tanto ama. Encontro-o, amiudadas vezes, no pátio de sua residência; às vezes girando alegre e satisfeito pelo centro de Itabirito, ora na farmácia de seu filho Marcelo, ora em ameno papo com seus amigos e conhecidos.

EM SUMA, Dedé Melillo, foi um brilhante industrial, um notável esportista, participante de empreendimentos clubísticos, ativista social e comunitário, e, agora, um vovozinho querido por todos os seus netinhos, com a dedicatória feita na sua biografia, pela culta escritora, sua irmã, com esta frase de encerramento de seu de livro: “Com a leveza da sua irmã Zaíra”. Parabéns, Dedé!

Veja mais


A cidade e Eu
16 de ago de 2019
Calendário registra dia do homem...

A cidade e Eu
09 de ago de 2019
Vida e morte de trapaceiro...
















QUER FICAR POR DENTRO DAS NOVIDADES? CLIQUE E CADASTRE O SEU EMAIL, PROMETEMOS NÃO ENVIAR SPAM!
ITABIRITO
OURO PRETO
MARIANA
BRASIL
MUNDO
ARTIGOS
GALERIA
EDIÇÕES
SOBRE NÓS

 CONTATO
   

PARCEIROS