17 DE AGOSTO DE 2019

Na luta para inserir Ouro Preto nos Programas da Fundação Renova


Ouro Preto
09 de agosto de 2019


A pedido do vereador Chiquinho de Assis (PV) a Fundação Renova participou da reunião da Câmara de Ouro Preto nessa terça feira, dia 06 de agosto. A intenção do vereador era entender os motivos de Ouro Preto continuar não sendo contemplada pelos programas sócio econômicos previstos no TTAC (Termo de Transação e Ajustamento de Conduta entre União/Estados de MG e ES/Samarco/Vale/BHP) uma vez que existe Nota Técnica publicada assegurando que a cidade seja atendida pelos Programas de Recuperação e Diversificação da Economia Regional e de Estímulo à Contratação Local. Infelizmente a Fundação não trouxe respostas efetivas e solicitou o prazo de 30 dias para responder os questionamentos.

“Gostaria de dizer que a cidade de Ouro Preto continua engasgada com a Fundação Renova, nos sentimos totalmente desprestigiados, em um momento difícil economicamente para a região, que também não se mostra satisfeita. Pudemos ver, por exemplo, recentemente, atingidos em ato de manifestação ocupando as instalações da Renova e a Câmara de Mariana manifestando repudio à fundação.

Estou muito feliz pelas conquistas para o distrito de Antônio Pereira junto à Fundação, mas, Ouro Preto são 1.500 quilômetros quadrados atingidos pelo rompimento da barragem, atingidos economicamente, atingidos socialmente, numa depressão tanto do ponto de vista da salubridade, quanto da economia.

Hoje os nossos empresários estão com pires nas mãos sem poder ofertar seus serviços, vemos nosso trabalhador se humilhando, até mesmo forjando endereço em Mariana para tentar uma vaga de trabalho. Se a Renova surge para reparação, ela deveria ser instrumento para perceber o que aconteceu de fato e colaborar para reparar todos os danos causados.

Ouro Preto tem o direito de ser reparada, nessa história as atividades aconteciam em solo ouropretano e nós não vimos nada até agora em nosso benefício. A Renova, às vezes, tem servido é para entrarmos em divisão com os irmãos de Mariana, isso não pode acontecer.

Desde 2016 que venho lutando pela inclusão de Ouro Preto no rol das cidades atingidas pela tragédia em Bento Rodrigues e pelo cumprimento das determinações que destinam obrigações com nossa cidade e população.

Em 2017 o Comitê Interfederativo-CIF incluiu Ouro Preto, esse mesmo Comitê precisou publicar outro documento, esse ano, pedindo novamente que seja respeitada e cumprida a nota técnica de 2017, mas a Renova prefere parecer ignorar as publicações.

É isso que estamos cobrando, as determinações contidas no documento de novembro de 2017. Lamento a instituição não ter trazido, mais uma vez, às respostas dos nossos questionamentos, mas ao menos foi assumido um prazo de 30 dias para formalizar a resposta.

Podem ter certeza que a frente do meu mandato é a do diálogo mas eu tenho que agir com a força necessária do que eu represento na Câmara, que é a população ouro-pretana com seus empresários e trabalhadores. De forma diplomática e republicana eu vou lutar para tentar garantir esses espaços e seus direitos.

Veja mais

















QUER FICAR POR DENTRO DAS NOVIDADES? CLIQUE E CADASTRE O SEU EMAIL, PROMETEMOS NÃO ENVIAR SPAM!
ITABIRITO
OURO PRETO
MARIANA
BRASIL
MUNDO
ARTIGOS
GALERIA
EDIÇÕES
SOBRE NÓS

 CONTATO
   

PARCEIROS