19 DE NOVEMBRO DE 2019

Gabinete de Gestão de Crises determina novas ações para solucionar problemas causados pelas chuvas


Itabirito
01 de novembro de 2019


Reunião desta terça-feira definiu planos de ações estratégicas e emergenciais, a partir de um levantamento realizado por toda equipe

O Gabinete de Gestão de Crises, criado para tratar das demandas em consequência das fortes chuvas do último final de semana, reuniu-se mais uma vez na terça-feira, dia 29, para discutir os levantamentos realizados por toda a cidade. Os pontos considerados mais críticos são a região do bairro Santa Rita (tendo um cuidado especial com as casas atingidas na Rua Francisco Moreira), o encontro entre as ruas João Pinheiro e Capitão Serafim, no bairro Santa Efigênia; e próximo ao Alto do Cristo. Outros locais por todo o município também foram mapeados e receberão atenção da Prefeitura de Itabirito.

O Gabinete debateu ações técnicas, assistenciais e jurídicas, avaliando as possibilidades e limites da atuação do poder executivo municipal. Os levantamentos foram discutidos e novas ações foram determinadas pelo prefeito Orlando Caldeira para cada caso, atribuindo tarefas às secretarias de Obras, Urbanismo, Segurança e Trânsito, Meio Ambiente, Transporte, Administração, Fazenda, Planejamento, Saúde, Assistência Social e Comunicação; além da Controladoria, da Procuradoria Jurídica e do Saae. "Temos que fazer o nosso trabalho como servidores", destacou Orlando Caldeira.

Criação do Gabinete de Gestão de Crise

Na manhã desta segunda-feira, 28, a Prefeitura de Itabirito criou um Gabinete de Gestão de Crises, para melhor solucionar as conseqüências causadas pelas fortes chuvas no último final de semana. “O volume de água e o granizo foram acima do esperado pela Defesa Civil. Então, desde o dia 26, as equipes trabalham 24 horas para resolver os problemas que surgiram em Itabirito”, explica Orlando Caldeira, prefeito de Itabirito. “Limpamos toda a cidade em tempo recorde, estamos dando assistência às famílias atingidas e fazendo obras de prevenção por toda a cidade. Então, com o Gabinete, também vamos focar na gestão estratégica para evitar que a população não tenha mais transtornos”, completa o chefe do Executivo.

O prefeito de Itabirito explica que a Defesa Civil, o diretor-presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) e as lideranças da Prefeitura estão registrando os problemas decorrentes das fortes chuvas. Cada integrante está sendo dividido por áreas de especialidade e de ação na cidade. Como resultado dessa iniciativa, a equipe está elaborando definindo o melhor atendimento aos casos mais críticos.

Desde o dia em que a cidade foi atingida, Prefeitura, cidadãos e empresas locais se mobilizam para solucionar problemas como o abastecimento de água, obstrução de vias e o excesso de lama em ruas e moradias. “Todos nós somos prefeitos de Itabirito. A população pode ajudar a Prefeitura, mostrando aquilo que precisa de atenção e passando informações sobre as condições dos locais antes de serem afetados pelas chuvas”, afirma Orlando Caldeira.

O Gabinete elaborou o Decreto 12.888/2019, que declara emergência no município e o encaminhou, junto com o parecer 65/2019 da Defesa Civil, ao Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil. A partir daí, a Prefeitura deve conquistar recursos do orçamento do Estado e da União, atendendo à orientação do Tribunal de Contas do Estado, para a realização de contratações emergenciais, sem licitações, como previsto na Lei 8.666/93.

Veja mais
















QUER FICAR POR DENTRO DAS NOVIDADES? CLIQUE E CADASTRE O SEU EMAIL, PROMETEMOS NÃO ENVIAR SPAM!
ITABIRITO
OURO PRETO
MARIANA
BRASIL
MUNDO
ARTIGOS
GALERIA
EDIÇÕES
SOBRE NÓS

 CONTATO
   

PARCEIROS