19 DE NOVEMBRO DE 2019

Secretária fala de cortes no orçamento, realização de festas tradicionais e projetos futuros em reunião de vereadores


Itabirito
01 de novembro de 2019
Crédito: Michelle Borges

A secretária de Patrimônio e Cultura da Prefeitura de Itabirito, Júnia Melillo, participou da reunião da Câmara na segunda-feira (28) para responder os questionamentos dos vereadores em diversos assuntos relacionados à pasta. A secretária falou sobre o corte no orçamento, realização das festas tradicionais e projetos futuros. A reunião foi marcada também pela presença de representantes dos servidores municipais, que acompanham a tramitação do Projeto de Lei do executivo, que altera os valores do vale cesta.

Júnia falou sobre o corte realizado pelo prefeito, de R$4 milhões, e como gerenciar os eventos e ações da cidade com orçamento reduzido. “É importante dizer que a gente valoriza e sabe a importância dos eventos para o aquecimento da economia local. Acreditamos que o prefeito fez o corte para equilibrar as contas da prefeitura, que não estavam fechando. Nós pretendemos buscar parcerias com a iniciativa privada para realizar os grandes eventos, pois como o prefeito vinha falando desde a campanha, nós vamos fazer um enxugamento, as produções dos eventos serão mais econômicas. Vamos utilizar mais a criatividade e contratar artistas locais, valorizando quem é daqui”, pontuou.

Ainda na sua apresentação, Júnia falou sobre duas novidades: a implantação da Casa do Pastel de Angu e a reforma do Cine Teatro Pax.

Casa do Pastel de Angu

Segundo a secretária, a diretoria de Turismo está em contato com algumas instituições para que o Pastel de Angu possa ser comercializado pelas mantenedoras. “Estamos buscando maneiras legais para isso. Estamos em contato com a Anvisa, o Sebrae, vigilância Sanitária para que o turista possa chegar aqui e ter condições de comprar o pastel”, reforçou. “Paralelo a isso, recebemos uma ótima notícia de que a Vale vai nos doar um vagão de trem. Nós pretendemos colocá-lo na Praça da Estação, no Complexo Turístico, para formar a Casa do Pastel de Angu. Existem também parcerias público-privadas que em breve vão alavancar a venda desse bem imaterial da nossa cidade”, enfatizou.

Reforma do Cine Teatro Pax

Referência histórica da cidade, o Cine Teatro Pax está interditado há quase dois anos para reforma. O Local é tombado pelo Conselho de Patrimônio Histórico do Município e era palco de inúmeras apresentações artísticas e culturais na cidade. A reforma do local, que deve acontecer em breve, foi outra ação revelada por Júnia. “É difícil falar de prazo quando se trata de setor público, mas a gente vai receber em breve a parte de patrocínio recebido pela Vale, conquista do prefeito Orlando. Nós estamos readequando o projeto aos valores que conseguimos de patrocínio. Temos que esperar todos os trâmites legais, mas eu acredito que no final desse ano, no mais tardar no início do próximo, nós já iniciaremos os trabalhos”, declarou.

Ao final da reunião, o presidente Arnaldo dos Santos (MDB) lembrou que a verba para a reforma do Cine Teatro Pax foi conquistada, na Vale, pelo então secretário Ubiraney Fiqueiredo, durante o governo Alex Salvador. Contudo, por causa da tragédia de Brumadinho, o recurso só chegou recentemente aos cofres da Prefeitura de Itabirito.

Manifestação pelo vale cesta

Um grupo de servidores municipais compareceu à reunião com cartazes para acompanhar a tramitação do Projeto de Lei (PL) do executivo, que aumenta o valor do vale cesta. Na semana passada, o PL teve pedido de vistas do vereador Léo do Social para que o executivo pudesse analisar e estudar a possibilidade de incluir os servidores que não estavam contemplados com o benefício.

O PL revisado pelo executivo já está na Câmara e vai passar pela Comissão da Casa antes da votação. Antecipando, a Prefeitura divulgou que todos os efetivos serão beneficiados a partir de agora, mas de acordo com o salário recebido. “Os 2048 colaboradores que têm salário de até R$ 1.372,13 passam a receber R$500 de auxílio. Outros 674, que têm vencimentos de até R$ 2.129,60, serão beneficiados em R$ 300,00. E para os efetivos que têm renda superior, o cartão alimentação será de R$ 150,00, o que abrange mais de 880 servidores”, esclareceu o executivo por meio de nota.

A reportagem do Jornal O Liberal conversou com os manifestantes, que declararam que não estão satisfeitos com a alteração. “Viemos aqui hoje, dia do servidor, para um protesto pacífico, lutando por uma igualdade de direitos. Vivemos uma fase de perda do poder aquisitivo por toda a população brasileira e estamos com o salário defasado devido a este fato nacional. Pensamos que todos pertencemos a uma mesma administração pública, e não devemos ser tratados desigualmente. Foram anos de estudo e valores envolvidos em nossa formação para que chegássemos aqui hoje, aptos a atender a população itabiritense. Isonomia é um princípio legal, previsto na constituição federal e algo que deve ocorrer dentro de um ambiente público e é por isso que nos mobilizamos. Queremos isonomia do vale alimentação, para que todos nós tenhamos acesso a um mesmo valor, sem discriminação”, ressaltou a servidora Tatiane.

O PL deve entrar para votação na próxima reunião da Câmara, na segunda-feira (4).

Por Michelle Borges (Com colaboração de Romeu Arcanjo)

Álbum de Fotos

Veja mais
















QUER FICAR POR DENTRO DAS NOVIDADES? CLIQUE E CADASTRE O SEU EMAIL, PROMETEMOS NÃO ENVIAR SPAM!
ITABIRITO
OURO PRETO
MARIANA
BRASIL
MUNDO
ARTIGOS
GALERIA
EDIÇÕES
SOBRE NÓS

 CONTATO
   

PARCEIROS