08 DE AGOSTO DE 2020

Renova esclarece dúvidas de vereadores de Mariana durante reunião


Mariana
18 de abril de 2018


Renova esclarece dúvidas de vereadores de Mariana durante reunião

A Fundação Renova há tempos tem sido alvo de críticas entre os vereadores da Câmara Municipal de Mariana. Os programas previstos pelo Termo de Transação de Ajustamento de Conduta (TTAC) são os principais questionamentos dos edis, que destacam principalmente a contratação de profissionais e de empresas da cidade. Para esclarecer algumas informações, o presidente da Renova, Roberto Waack, junto a uma comitiva de representantes da Fundação, participou da reunião ordinária da segunda-feira (10).

Representantes dos comerciantes e empresários de Mariana também acompanharam a reunião. “As casas que eles destruíram, fomos nós que fizemos. As escolas que eles destruíram, fomos nós que fizemos. E agora não teríamos capacidade para plantar nem uma árvore?”, desabafou José Geraldo, representando a Associação dos Prestadores de Serviços e Locadores de Equipamentos de Mariana (AMPLA).

O presidente da Fundação rebateu os posicionamentos e afirmou que diversas medidas têm sido tomadas como, por exemplo, a redução e divisão dos contratos para que as empresas locais possam participar e ganhar concorrências e exigência de contratação de mão de obra local pelas terceirizadas. Ele ainda enfatizou que encontros como o que aconteceu são importantes para potencializar a comunicação. “Esses encontros são muito importante, pois conseguimos abrir canais de diálogo e também sentir quais são os pontos mais críticos. Nem tudo a gente tem respostas, mas esse tipo de reunião possibilita estarmos mais perto da realidade e sentir os pontos mais críticos e buscar soluções”, pontuou.

Durante a reunião Roberto ainda lembrou que há uma intenção de transformar Mariana em um polo mundial de discussões de desastres. “O último estudo feito pela Unidade de Meio Ambiente da ONU falou basicamente do desastre ocorrido em Mariana. Eu tive a oportunidade de conversar com o presidente dessa organização, que esteve no Brasil recentemente e falamos da oportunidade de trazer a Mariana um fórum onde se discuta como a sociedade se engaja nesses processos de reparação e restauração. Estamos trabalhando para promover esse primeiro encontro mundial, de como a cidade se transforma a partir de grandes desastres”, concluiu o presidente.

Veja mais













ITABIRITO
OURO PRETO
MARIANA
BRASIL
MUNDO
ARTIGOS
GALERIA
EDIÇÕES
SOBRE NÓS

 CONTATO
       

PARCEIROS