20 DE JANEIRO DE 2020

Presidente da Câmara criará elo entre povo e GM Itabirito; Pesquisa sobre a Guarda é apresentada


Itabirito
13 de janeiro de 2020
Crédito: Romeu Arcanjo

Nomear uma comissão de vereadores que será um canal de comunicação entre a população de Itabirito e a Guarda Civil Municipal (GM). Essa foi a proposta apresentada pelo vereador presidente Renê Américo da Silva (o Renê Butekus) durante reunião no Gabinete da Presidência da Câmara, na quarta-feira (dia 8 de janeiro).

Além do presidente, a reunião contou com as presenças da vereadora Rose da Saúde (que fará parte da comissão); do secretário de Segurança e Trânsito da Prefeitura, Carlos Henrique Luke; de representantes da CDL, da Adesita e da Guarda. A intenção é estreitar os laços entre o povo de Itabirito e a Guarda.

Durante a reunião, foi também apresentada uma pesquisa com a população a respeito do trabalho da Guarda. Pesquisa essa feita pela Adesita.

Tendo como base dados do IBGE, foram entrevistadas 245 pessoas. Segundo a pesquisa, uma parcela considerável da população (85%) desconhece o real trabalho da Guarda.

Contudo, dois dados chamaram a atenção: 81% dos entrevistados gostariam de saber mais a respeito do trabalho da Guarda. Para isso, um “setor de comunicação” começa a ser desenvolvido dentro da instituição.

A intenção dessa comunicação é fixar a ideia de que a Guarda é parceira da população, mas também guardiã do cumprimento da lei. E, por isso, tem obrigações na organização do trânsito, por exemplo.

Outro dado importante da pesquisa é que 67% da população desconhece o 153, o telefone gratuito por meio do qual a cidadão pode acionar a Guarda.

Natal Seguro: 36% menos ocorrências

Assunto da reunião também foram as ações do “Natal Seguro”, desenvolvido pelo Centro Integrado de Segurança e Educação (Cinsed) da Guarda Civil Municipal de Itabirito no fim de 2019.

Mil panfletos foram distribuídos a lojistas e consumidores ensinando-os como os cidadãos devem se portar mediante situações de furto e de indivíduos em atitudes suspeitas.

Não andar com muito dinheiro, evitar aglomerações, chamar a Guarda em caso de alguma desconfiança. Essas foram algumas das dicas apresentadas.

A distribuição associada à presença constante da Guarda, segundo dados oficiais, diminuiu a ocorrência de “delitos natalinos” em 36%, comparando o Natal de 2018 com o de 2019.

Veja mais









QUER FICAR POR DENTRO DAS NOVIDADES? CLIQUE E CADASTRE O SEU EMAIL, PROMETEMOS NÃO ENVIAR SPAM!
ITABIRITO
OURO PRETO
MARIANA
BRASIL
MUNDO
ARTIGOS
GALERIA
EDIÇÕES
SOBRE NÓS

 CONTATO
   

PARCEIROS