05 DE JUNHO DE 2020

Monitoramento hídrico e questões de saúde recebem atenção da Renova


Mariana
03 de fevereiro de 2020

A Fundação Renova vem acompanhando o aumento histórico do volume de chuvas nos últimos dias e os reflexos nos municípios de Minas Gerais e Espírito Santo onde atua. Segundo os dados do monitoramento hídrico, realizado pela Fundação Renova em 92 pontos da bacia do rio Doce, sendo 22 com coletas automáticas, incluindo cidades como Governador Valadares (MG), Linhares e Colatina (ES), o nível atual de turbidez está semelhante ao observado nos períodos chuvosos desde 2016/2017 e abaixo dos níveis verificados no período pós-rompimento.

Atualmente, cerca de 70 profissionais – entre médicos, enfermeiros, assistentes sociais e psicólogos – contratados pela Fundação atuam em Mariana e Barra Longa na assistência à população local. Além das ações de apoio direto aos serviços de saúde nos municípios, são discutidas propostas para fortalecer o atendimento a demandas sobre toxicologia com o governo de Minas Gerais. Na pauta, estão iniciativas como a melhoria de laboratórios públicos regionais, capacitação de profissionais de saúde dos municípios atingidos, revisão do protocolo de avaliação toxicológica para metais e a implementação de um plano de monitoramento e reabilitação ambiental. Também está em discussão na Câmara Técnica de Saúde a realização de estudos adicionais para aprofundar as análises em Mariana e Barra Longa.

Veja mais













ITABIRITO
OURO PRETO
MARIANA
BRASIL
MUNDO
ARTIGOS
GALERIA
EDIÇÕES
SOBRE NÓS

 CONTATO
       

PARCEIROS