05 DE JUNHO DE 2020

Atleta marianense é o 6º melhor do mundo no arremesso de peso paraolímpico


Mariana
20 de fevereiro de 2020


Por Glauciene Oliveira

Jean Carlos conquistou a medalha de ouro no Circuito Brasil Loterias Caixa de atletismo halterofilismo e natação 2020

O atleta paraolímpico marianense, Jean Carlos da Costa, de 25 anos, mais uma vez trouxe muito orgulho para sua família e toda cidade. No início de fevereiro, o jovem, morador do bairro Cabanas, participou do Circuito Brasil Loterias Caixa de atletismo, halterofilismo e natação de 2020. Jean trouxe para casa a medalha de ouro na categoria F38 de arremesso de peso. Essa conquista o tornou o 6° melhor do mundo em sua classe.

O Circuito Brasil Loterias Caixa é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e patrocinado pelas Loterias Caixa e é realizado desde 2005. Este é o mais importante evento paralímpico nacional de atletismo. Nesta edição, 527 atletas, de 10 estados participaram.

O atletismo paralímpico é praticado por atletas com deficiência física, visual ou intelectual. Os competidores são divididos em várias categorias, de acordo com sua deficiência. Jean é classificado na F38, que é destinada a atletas com paralisia cerebral.

Superação

A equipe de reportagem do Jornal O Liberal conversou com Jean. Em poucas, mas intensas palavras o jovem demonstrou estar muito contente. “Estou muito feliz, eu gosto muito de esporte”, disse emocionado.

A mãe de Jean, Sandra Maria Pereira, conta que o menino nasceu com um lado do cérebro menos desenvolvido que o outro, com isso ele não sabe ler e escrever e o lado esquerdo do corpo é paralisado. Porém, a mãe afirma que a paralisia cerebral parcial não o impede de viver bem em sociedade. “A deficiência não o atrapalha em muita coisa não, ele se comunica bem e é muito feliz”, ressaltou.

De acordo com Sandra, o esporte ajudou o filho a se desenvolver e transformou sua rotina. “O atletismo contribuiu para muitas coisas na vida do Jean. Ele perdeu o medo de andar sozinho e agora ele consegue se comunicar melhor”.

Sobre o novo título do jovem, a mãe afirma que está muito orgulhosa em saber que ele se tornou um dos melhores atletas paralímpicos do mundo. “Eu estou muito feliz, pois é o sonho dele e ele sempre correu muito atrás. Ele treinava aqui no campinho do bairro, que é cheio de terra e sem muita estrutura, e agora ele conseguiu conquistar algo muito maior. Eu, o pai dele e toda a família sempre o apoiamos muito”, afirmou orgulhosa. 

Incentivo

A participação de Jean nesta importante competição foi incentivada e mediada pelo presidente da Associação Marianense de Atletismo (AMA) Décio Sodré. Segundo o treinador, durante a competição os demais participantes o apelidaram, carinhosamente, de "El Touro", fazendo referência a sua força, garra e ótima aptidão física. "Acredito que o esporte é um elemento transformador na vida do Jean. Ele é muito guerreiro e competitivo, o que o torna um grande atleta, motivo de alegria e orgulho para mim. Vou continuar o incentivando e apoiando sempre, para que ele cresça e se desenvolva cada mais dentro do atletismo" destacou.
A Associação dos Paraplégicos de Uberlândia (APARU) foi responsável pelo apoio estrutural para o jovem, concedendo alimentação e hospedagem durante os dias de evento. Já a Prefeitura de Mariana contribuiu cedendo o transporte que o levou até Brasília. 

Homenagem

No dia 29 de fevereiro, a Liga Esportiva de Mariana (LEMA) será reinaugurada, após passar por reformas. Na ocasião, algumas pessoas serão homenageadas por seu bom desempenho e contribuição para o esporte marianense, Jean será um deles.

“Recebemos o convite para esse evento e estamos muito contentes, pois esse é mais um exemplo que as pessoas estão reconhecendo o valor que meu filho tem”, salientou a mãe do atleta, Sandra Maria.

Álbum de Fotos

Veja mais













ITABIRITO
OURO PRETO
MARIANA
BRASIL
MUNDO
ARTIGOS
GALERIA
EDIÇÕES
SOBRE NÓS

 CONTATO
       

PARCEIROS