04 DE JUNHO DE 2020

A outra face da solidariedade


O Berro do Bode Zé
05 de maio de 2020


A pandemia não só traz doença e mortes, mas bagunça a vida de todo o mundo com a imposição do isolamento social, mais atenção com a higiene, notadamente das mãos e da face, uso de máscara, sem falar em transtornos relativos ao próprio sustento. São sacrifícios individuais e coletivos, necessários ao controle da propagação da doença. Embora não se possa generalizar, pois a maioria cumpre as regras, há sempre aqueles que não observam o distanciamento recomendado, não usam máscara e, talvez, também não cumpram as demais recomendações. O assunto é sério, mas, infelizmente, alguns tendem à banalização da doença, pressupondo-se imunes ao vírus, o que não é verdade para ninguém, até que se prove o contrário. Cumprir as determinações recomendadas durante a pandemia constitui a outra face da solidariedade, que muitos pensam consistir unicamente na ajuda ao próximo, em seus momentos de maior necessidade. Na outra ponta há o exagero da verdadeira prisão, pessoas que nem abrem a porta ao toque da campainha, passam o dia a ver televisão e tremem de medo à aproximação do semelhante. Se o isolamento é recomendado não quer dizer que o sedentarismo vá junto, pois exercícios são necessários tanto à conservação do corpo quanto à preservação da mente. Populações de pequenas cidades podem praticar o isolamento com mais facilidade, sem sacrificar, por exemplo, as caminhadas, que podem ser feitas em hora e local sem aglomeração.

Veja mais


O Berro do Bode Zé
01 de jun de 2020
Disciplina é bom e a maioria quer!...

O Berro do Bode Zé
25 de mai de 2020
A guerra é de todos!...












ITABIRITO
OURO PRETO
MARIANA
BRASIL
MUNDO
ARTIGOS
GALERIA
EDIÇÕES
SOBRE NÓS

 CONTATO
       

PARCEIROS