02 DE JULHO DE 2020

O valor da imprensa na atualidade


A cidade e Eu
09 de junho de 2020


Por João de Carvalho

PRIMEIRO DE JUNHO, Dia Mundial da Imprensa. Thomas Jefferson dizia que: “Se me fosse dado decidir se devemos ter um governo sem jornais, ou jornais sem um governo, não hesitaria um momento em preferir a última”. Realmente desde a descoberta da imprensa por Gutemberg, no fim da Idade Média, que se passou a verificar mudança no mundo. É tão importante, que um jornal americano fez um concurso sobre a mais importante criação do último milênio e foi vitoriosa a invenção de Gutemberg. A gente sabe que ela teve, em termos de comunicação, sequência com o telégrafo, telefone, rádio, televisão informática. Acredita-se mesmo que o atual século vai ser o século da informática. O desenvolvimento e a aplicação da informática são de extraordinário alcance. O mundo com seu poder está cada vez mais perto de nós. As conquistas da informatização estão condensando milhões de informações no mínimo de espaço físico, como retratam os celulares.

QUEM não se atualizar hoje, certamente ficará para trás no ranking mundial do conhecimento. Estará superado na disputa por uma melhor opção profissional. É preciso estar atento para a grande avalanche de notícias que são carreadas por todos os meios técnicos para os receptores. São informações escritas, visualizadas, faladas, auditivas ou gesticuladas. São responsáveis por estas comunicações os jornais, revistas, televisões, livros e computadores. É preciso estar atento para não ser o receptor arrastado pelos exageros de alguns destes veículos de informação em massa ou individual. É preciso saber aproveitar o essencial de todas as notícias e aproveitá-lo no espaço de cada vida. O progresso é feito para o homem e não vice-versa.

Rui Barbosa, o melhor representante da Bahia, dizia que “A imprensa são os olhos da Nação”. Podemos acrescentar que não são apenas os olhos,  mas os ouvidos, o tato, a voz e o olfato. Sem a comunicação diária escrita e televisionada, quantos desacertos de nossos homens públicos estariam arquivados no anonimato, sem nenhuma chance de serem descobertos, ainda que não sejam punidos. Cabe à imprensa ver e denunciar. Cabe ao poder público desvendar, provar, processar e punir. Salve a imprensa que nos preserva da desonestidade. Dizia Voltaire “O segredo de aborrecer é dizer tudo”. Por isto a imprensa treme as bases do poder. “Se a imprensa não existisse, seria preciso inventá-la”.

A COMUNICAÇÃO é muito importante em um mundo tão complexo e dividido, como hoje. A Pandemia faz o ser humano refletir sobre suas limitações em todos os sentidos. Impõem-lhe a união para combatê-la. O velho provérbio: “Deus escreve certo por linhas tortas”, é uma grande verdade dentro da compreensão de todos. A aproximação de todos nós, dentro da casa, vivendo em harmonia, diálogo e compreensão, mostra que devemos nos entender, compreender, pacificamente. A casa, onde reside a família, revela-se um lugar santo e necessário à harmonia, ao amor, à compreensão, em busca da paz e da unidade. A casa é verdadeiramente a igreja doméstica, onde todos os membros da família buscam a unidade que estava desaparecendo deste mundo tão materializado e ausente de Deus. 

Veja mais


A cidade e Eu
30 de jun de 2020
Redução da maioridade penal...

A cidade e Eu
23 de jun de 2020
Merecida homenagem a José Farid...












ITABIRITO
OURO PRETO
MARIANA
BRASIL
MUNDO
ARTIGOS
GALERIA
EDIÇÕES
SOBRE NÓS

 CONTATO
       

PARCEIROS