21 DE MARÇO DE 2019

Fundação Renova faz balanço de atividades em 2018


Mariana
21 de dezembro de 2018
Foto de Lincon Zarbietti

Instituição apresenta as principais ações de reparação e compensação da Fundação no município de Mariana

A Fundação Renova divulgou nesta semana, dia 18, um balanço das ações de reparo e compensação realizadas em Mariana neste ano. De acordo com a instituição, só este ano, foi arrecadado para o Município, mais de R$8 milhões em Imposto Sobre Serviços (ISS) e em dois anos e meio de operação, mas de R$13 milhões. A expectativa da empresa é de que esses números sejam superados em 2019, com o avanço da reconstrução de Bento Rodrigues e o início das obras de Paracatu de Baixo.

Segundo estudo divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), desde o rompimento de Fundão, em 2015, o Produto Interno Bruto (PIB) do município registrou queda de 58%. A Fundação destaca que trabalha em ações desde a recuperação e diversificação da economia na cidade, que segundo a pesquisa, continua economicamente dependente da extração minera.

A Fundação pontuou que a expectativa é de que a economia melhore com os reassentamentos de Bento Rodrigues e Paracatu de Baixo, que já estão em andamento. “Em Bento, a supressão vegetal terminou e a terraplanagem deve ser concluída até o primeiro trimestre de 2019. Os atingidos trabalham em conjunto com diversas equipes de arquitetos para redesenhar suas casas. A comunidade de Paracatu de Baixo segue o mesmo caminho. O projeto urbanístico foi aprovado pela maioria das famílias e o canteiro de obras está em andamento”, destaca a Fundação em nota.

Empregos

A geração de novos empregos é uma preocupação na política de contratação da Fundação Renova, que garante 73% de mão de obra local nas ações de reparação. Por isso, ela tem investido em cursos profissionalizantes em Mariana. Em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), ofertaram 800 vagas para qualificação em diversas áreas. A previsão é que, no pico das obras, a reconstrução das comunidades empregue duas mil pessoas.

Fornecedores locais

Fornecedores e produtos da região também são priorizados pela instituição, que afirma que de janeiro a setembro de 2018, os contratos somaram R$483,9 milhões em Mariana. “Atualmente, 93 empresas locais prestam algum tipo de serviço à Fundação”.


Veja mais















QUER FICAR POR DENTRO DAS NOVIDADES? CLIQUE E CADASTRE O SEU EMAIL, PROMETEMOS NÃO ENVIAR SPAM!
ITABIRITO
OURO PRETO
MARIANA
BRASIL
MUNDO
ARTIGOS
GALERIA
EDIÇÕES
SOBRE NÓS

 CONTATO
   

PARCEIROS