19 DE MAIO DE 2019

Igualdade, liberdade e fraternidade


A cidade e Eu
28 de dezembro de 2018


DEFININDO estas três palavras que traduzem os mais perfeitos sentimentos do ser humano, abrimos uma oportunidade de afirmar ideais políticos, sociais, religiosos e governamentais que traduzem a forma de pensar de todas as gerações que lutam pela hegemonia de uma sociedade moderna e esclarecida, que rejeita a dominação, a chibata e o egoísmo. Igualdade, identidade na maneira de ser; liberdade, direito e faculdade de agir, como convier, dentro da lei; fraternidade, convivência fraternal.

Duas grandes guerras, sem exceção dos conflitos atuais, abalaram o mundo criando a desordem e o caos, mas inspirando também a “Declaração Universal dos Direitos Humanos”, há 70 anos, precisamente aos 10.12.1948, através da ONU. No Brasil, apesar de assistir a violência criminosa gratuita: assaltos, mortes, roubos em Bancos, o próprio povo vítima sonha com a paz essencial para a sociedade humana. Eis, alguns dos trinta artigos que inspiraram leis e constituições de vários países e nações:

- Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos e devem agir em relação umas às outras com espírito de fraternidade.

- Todos são iguais perante a lei e com direito a igual proteção dela.

- Toda pessoa acusada de delito tem o direito de ser considerada inocente até que a culpa seja comprovada de acordo com a lei, em julgamento com defesa garantida.

- Todos têm direito à propriedade só ou em sociedade com outros.

- Ninguém será arbitrariamente privado da sua propriedade.

- Todos têm direito à liberdade de pensamento, consciência e religião e o direito de mudar de religião ou crença e à liberdade de manifestá-las.

A SITUAÇÃO do Brasil atual é preocupante, especialmente por estes motivos: uma dívida pública que ultrapassa todos os patamares administrativos de um país que tem tudo para sua efetiva sobrevivência, com sobra de recursos públicos. No entanto está à mercê de políticos, administradores, autoridades públicas, empresários que, criminosamente, apossaram dos recursos públicos, usando dos mais escusos meios e da força do cargo que representavam. Bilhões de reais foram roubados, à revelia de seus cargos públicos, empobrecendo a Nação. A Petrobrás é o símbolo oficial das falcatruas político-empresariais, conforme amplamente constatado, julgado e apenado pela Lava Jato, ligada ao Ministério Público e à Polícia Federal.

Decepcionaram também a nós brasileiros, alguns julgamentos do STF, deixando perplexa toda a Nação, em face da insegurança decisória de alguns de seus membros. Haja à vista as acusações contínuas contra alguns de seus membros como: Gilmar Mendes, Lewandóvisk e agora a derrota fragorosa da última decisão do Ministro Marco Aurélio, monocraticamente, em relação à validade dos julgamentos em 2ª Instância. O Brasil não partiu para o “tudo ou nada”, graças à atuação do Ministro Dias Tóffolli, presidente, que caçou a decisão do pretencioso Ministro Marco Aurélio, com 28 anos de atuação no Supremo, que acabara de manchar sua reputação, sua credibilidade junto ao povo desta nação tão sacrificada.

ENFIM, a esperança permanece na expectativa do novo governo, respaldado pelo mesmo povo e pelos altos poderes da nação. O Brasil espera que cada um cumpra com o seu dever. Que Deus proteja o nosso presidente Jair Messias Bolsonaro, na sua mais nobre missão.

- Aos leitores desta coluna, boas entradas de Ano Novo – 2019!

Veja mais


A cidade e Eu
17 de mai de 2019
Escolas vítimas de criminosos...

A cidade e Eu
10 de mai de 2019
A santa inveja de Deus...

















QUER FICAR POR DENTRO DAS NOVIDADES? CLIQUE E CADASTRE O SEU EMAIL, PROMETEMOS NÃO ENVIAR SPAM!
ITABIRITO
OURO PRETO
MARIANA
BRASIL
MUNDO
ARTIGOS
GALERIA
EDIÇÕES
SOBRE NÓS

 CONTATO
   

PARCEIROS