21 DE JULHO DE 2019

O mundo mudou (e as mães também)


Amenidades
24 de maio de 2019


Uma amiga estava preocupada com o filho, em uma idade difícil, e sem muito apoio do pai para lidar com o adolescente. Sempre que ia chamar a atenção do garoto, por qualquer motivo que fosse, a resposta era sempre a mesma: “mãe, o mundo mudou”. Fosse uma repreensão por notas baixas, ou a proibição de ir a alguma balada, a resposta não variava.

O rapaz até que não apresentava maiores problemas. Não bebia em exagero, não fumava, passava longe das drogas. Ela sempre dizia “ele não é um mau filho, mas está naquela fase em que nada do que eu falo parece ter importância”.

A resposta sempre pronta e igual já começava a irritá-la e ela não sabia mais que argumento usar. Seguiu tentando e procurando ser firme (afinal a adulta e mãe era ela), até que um dia o moço extrapolou. Um final de semana em que chegou em casa às três e meia da manhã, ela deu “uma dura” nele. Com a melhor cara do mundo, ele respondeu literalmente, segundo ela:

- Ah mãe, que basbaquice. O mundo mudou. Você devia dar graças a Deus que eu não fui para o mundo das drogas, como tantos da minha idade.

Na hora ela não soube o que fazer. A vontade, repetindo suas palavras, foi “avançar nele”, mas se controlou e não respondeu, para não realizar a vontade. E ficou pensando em como lidar com a situação.

Não tocou mais no assunto, mas a cabeça fervilhava, até que teve uma idéia tragicômica. Conversou com o pai do rapaz (são separados) e na quinta-feira seguinte a este episódio, começou a colocar o “plano” em ação. Quando o filho chegou da escola, encontrou-a assistindo televisão. Não fez almoço, ligou para um telemarmitex antes dele chegar, almoçou e deixou a vasilha na pia.

- Mãe, quero almoçar.

- Deve ter alguma coisa na geladeira. Se vire aí.

O filho estranhou, mas não disse nada e realmente “se virou”. Ela continuou fazendo isto nos dias seguintes, e ele, percebendo a estratégia, não falava nada e fazia sanduíches com o que encontrava. Só que, como nada é eterno e adolescente tem muita fome, em pouco tempo a geladeira estava vazia. Claro que ele reclamou com a mãe, e ela, assistindo televisão, sem se levantar, respondeu:

- Ah, meu filho. Que basbaquice. O mundo mudou. Não vou ficar cozinhando prá você. Você devia dar graças a Deus de eu ter uma casa para você morar.

Quando ela acabou de contar, já estávamos as duas dando gargalhadas. É claro que o filho não mudou da água pro vinho e nem de um dia para o outro, mas entendeu bem a mensagem. Hoje ela já voltou a cozinhar e ele anda mais comedido nas respostinhas.

Veja mais


Amenidades
19 de jul de 2019
Assuntos pendentes – quarta parte...

Amenidades
12 de jul de 2019
Assuntos Pendentes – Terceira parte...


















QUER FICAR POR DENTRO DAS NOVIDADES? CLIQUE E CADASTRE O SEU EMAIL, PROMETEMOS NÃO ENVIAR SPAM!
ITABIRITO
OURO PRETO
MARIANA
BRASIL
MUNDO
ARTIGOS
GALERIA
EDIÇÕES
SOBRE NÓS

 CONTATO
   

PARCEIROS